Bancada da Segurança: “Somos contrários a qualquer tipo de paralisação por parte dos policiais”



O site o antagonista veiculou hoje matéria sobre a nota publicada pela Frente Parlamentar da Segurança. Na publicação, a Bancada afirmou estar preocupada com a situação da Polícia Militar do Ceará se “alastrar” para os demais estados.


“Sem a PM, inevitavelmente, haverá a paralisação do comércio, indústria, escolas, judiciário, turismo, etc. Além do prejuízo irreparável na área da segurança haverá também um prejuízo econômico gigantesco.”

Na nota, a Bancada também afirmou que a PM é a “última categoria de trabalhadores escravos do Brasil, pois têm a insalubridade no grau máximo, periculosidade no grau máximo e uma jornada de trabalho acima de 200 horas mensais, o que faz com que sua profissão seja considerada análoga à escravidão”.


E reafirmou:


“Somos contrários a qualquer tipo de paralisação por parte dos policiais, estamos pedindo serenidade e responsabilidade para os lideres dos movimentos, mas também estamos solicitando reuniões com os governadores, presidentes da Câmara e do Senado para discutir o assunto.”

fonte: o antagonista

0 visualização
LOGO AMEBRASIL verticalAtivo 1_3x.png