top of page

Moraes convoca reunião com comandantes da PM para discutir segurança nas eleições




O tema se tornou uma das preocupações do TSE com a aproximação do feriado de 7 de Setembro; policiais militares estão entre os principais apoiadores de Bolsonaro.


fonte: UOL


O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Alexandre de Moraes, convocou para a manhã desta quarta-feira, 24, uma reunião extraordinária com todos os comandantes-gerais das Polícias Militares para discutir os protocolos de segurança na eleição. Ao menos 23 representantes das PMs nos Estados já confirmaram a participação no encontro.


A reunião foi incluída na agenda de Moraes no fim da tarde desta terça-feira, 23. A presidência do TSE decidiu manter em sigilo a pauta do encontro, como fez com outras reuniões do ministro, desde que ele assumiu a Corte, na semana passada. A convocação de última hora dos comandantes das PMs expõe a preocupação do novo presidente com a agenda de segurança nas eleições.


A presidência do TSE decidiu manter em sigilo a pauta do encontro, como fez com outras reuniões do ministro, desde que ele assumiu a Corte, na semana passada.


Na terça, Moraes conversou com o ministro da Defesa, Paulo Sérgio Nogueira de Oliveira, com o diretor-geral da Polícia Federal (PF), Marcio Nunes de Oliveira, e com o diretor de Investigação e Combate ao Crime Organizado, Caio Rodrigo Pelim. As autoridades de segurança estão entre as primeiras a se reunir com Moraes em encontros privados. Antes delas, somente o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), e os dirigentes do grupo "Pacto pela Democracia" tiveram encontros a portas fechadas com o ministro.


Em julho, dias após um apoiador do presidente Jair Bolsonaro (PL) assassinar a tiros um filiado do PT, o TSE firmou acordo com o Ministério Público Eleitoral (MPE) para combater a violência política. O tema se tornou uma das preocupações do tribunal, sobretudo com a aproximação do feriado de 7 de Setembro, quando devem ocorrer manifestações em defesa da reeleição de Bolsonaro. Policiais militares estão entre os principais apoiadores do presidente, o que põe esse grupo no radar do TSE.


17 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page