O que podemos aprender com o ataque americano ao general iraniano



Os Estados Unidos usaram o drone mais letal de sua frota no ataque que matou o general iraniano Qassem Soleimani em Bagdá, no Iraque. A aeronave é um modelo não-tripulado e se chama MQ-9 Reaper.


O drone tem autonomia de até 27 horas de voo e consegue voar acima dos aviões comerciais.


O vídeo abaixo mostra o momento exato do disparo que atingiu os veículos do comboio. E o que chama atenção é a precisão, já que o alvo estava próximo de edificações da área do aeroporto de Bagdá.



O poder tecnológico das forças armadas americanas é extremamente letal, não havendo no momento nenhum outro exército com tecnologia igual. A utilização desse aparato tecnológico e sua eficiência nos faz imaginar o que poderíamos alcançar com essa tecnologia sendo aplicada na segurança pública da América.


No Brasil, essa aplicação é, hoje, algo inimaginável para nossos padrões. E é justamente a redução desse distanciamento que devemos focar para mudar a abordagem da ação estatal na segurança pública brasileira. A tecnologia tem se mostrado como o melhor dos caminhos.

3 visualizações
LOGO AMEBRASIL verticalAtivo 1_3x.png
Benefícios