Detentos produzem máscaras para forças de segurança do MS




A união de forças entre os órgãos públicos tem garantido desenvolvimento de ações preventivas e reforço à saúde em Mato Grosso do Sul. Nesse contexto, o trabalho artesanal de pessoas em privação de liberdade tem proporcionado mais estrutura e confiança aos profissionais da área de segurança pública durante os atendimentos à população.


A iniciativa da Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen) já distribuiu mais de 6 mil máscaras a instituições municipais, estaduais e federais como Polícia Militar, Polícia Ambiental, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros Militar, Guarda Civil Metropolitana, Força Aérea, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Federal e Departamento Penitenciário Nacional.


Por meio de parcerias com diversas instituições foram arrecadados todos os insumos necessários para a confecção dentro dos presídios do estado, como forma de contribuir no combate à proliferação da Covid-19.


Com trabalho voluntário, os internos se dedicam seis horas por dia para produzir diferentes Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) nas oficinas de corte e costura instaladas nos estabelecimentos penais. Grande parte dos reeducandos já receberam capacitação técnica na área, em cursos de qualificação oferecidos através de convênios, como o Projeto de Capacitação Profissional e Implementação de Oficinas Permanentes (Procap).


Fonte: Enfoque MS

Veja a matéria completa clicando aqui.

0 visualização
LOGO AMEBRASIL verticalAtivo 1_3x.png